Filosofia da Yoga

União deve gerar-se antes dos coletivos, a união com si mesmo, a união com externo a si, a união com Divino, à união com outras espécies, e a união com outro ser igual a ti da mesma ramificação, só após estes passos um coletivo é real, fora isso não existe coletivo só conflito. Isto não vale a um individua apenas, mais todos envolvidos do coletivo em comum, não sendo a quebra de paradigmas por um, mais pela maioria, desencadeado por um, ou poucos.

Todo mundo tem problemas mais cabe a cada um perceber sua missão destinada. Não se trata de ser o mais perfeito nem de não perceber a perfeição do que mais é perfeito. Todo mundo tem problemas mais cabe cada um, entender sua obra para o mundo, e respeitar a obra daquele a qual não compreende.

 

Yoga e filosofia

 

Como pequeno aspecto histórico lembramos que a religião e filosofia sempre andaram juntas na antiga história da yoga sendo separadas aos poucos posteriormente se confundindo até os dias atuais, sendo na Índia os principais acontecimentos que marcaram a yoga mundial. A religião Indiana uma das mais antigas do mundo. Os Àrias provenientes do norte invadiram a Índia no ano 2000 A.C. pondo fim à civilização dravidiana. Trouxeram consigo seus costumes, literatura, pensamentos, religião e a escrita sagrada – O Sânscrito. Culto das forças naturais que ao longo do tempo se tornou o Brahamanismo, substituindo o Vedismo religião complexa, apesar disso os Brahamanes continuaram a pesquisar a Origem do universo seu equilíbrio nos Veda pelo Upanishad – Livro de Interpretação dos Veda.

A Índia fora invadida varias vezes e sempre cada invasor deixou um pouco de sua cultura na Índia.

Por marca do século VI A.C. marcou o fim dos Veda nascendo o Hinduísmo que esta na índia desde 4.000 A.C. sendo uma religião com panteão rico de Deuses e símbolos, rituais e oferendas, muitas pessoas e diversas línguas faladas. Paralelo ao Hinduismo aparece o Budismo que prega o estudo nos Vedas pregando a encarnação, o karma e a liberação humana e também o Jainista visa liberar a alma da alternância perpétua de nascimento e morte terminando a Samsâra e conduzindo a liberação, acreditava-se nas castas, lei do karma e transmigração da alma sendo os deuses principais:

Brahma – O Criador – Vishnu – Fixador – Shiva – Destruidor

Estes Deuses sempre se apresentam para resolver os conflitos do universo ora como homens ora como Deuses.

O caminho da yoga se deu pelos ascetas antigos  antes da codificação de Patãnjali onde observavam os animais e as plantas e copiava suas posturas, atitudes e meios de sobrevivência e transformaram em ásanas, afim de poder ter flexibilidade, calma e paciência dos animais, respiração e força. A partir de então começou a yoga ser praticada com ásanas e ensinamentos muito antigos com os novos pensamentos de nosso milênio através principalmente da filosofia. Formando assim os chamados darshanas abaixo definidos que são escolas filosóficas da Ìndia que influenciam diretamente na pratica e teoria da yoga.

 

Pensamento sistêmico na Índia podem ser classificados em dois grupos principais:

 

1. Ortodoxa, que aceitar e seguir as escrituras sagradas do hinduísmo, como os Vedas , o Brahmana e Upanishad ; e,

2. Heterodoxos, ou seja, aqueles que não aceitam totalmente a autoridade das escrituras, tais como texto revelado. Apenas alguns conceitos são parecidos.

 

Estas filosofias heterodoxas abrange, os sistemas de todos os tipos e entre eles estão o budismo , o jainismo e sistemas materialistas.

 

Os ortodoxos estão seis aspectos da mesma tradição e, embora aparentemente pode ser abertamente contraditório, deve entender selos projeções como complementares da realidade, insights válidos de diferentes pontos de vista. Este grupo é o Yoga de Patãnjali . Estes sistemas, ou de pontos de vista sobre a realidade ( Darshana ) podem ser agrupados em pares de acordo com sua afinidade.

 

Ortodoxa

 

Vedanta

Mimamsa

Vaishsika

Nayaya

Samkhya

Yoga

 

Heterodoxo

 

Budismo

Jainismo

Materialistas

 

Vedanta (literalmente, "fim dos Vedas ", também chamado " Uttara Mimansa " ou interpretação mais tarde). De acordo com Shankara , o pensador mais conhecido deste sistema, não é apenas o absoluto, Brahman , e tudo o mais é ilusão, maya . O objetivo é para eliminar maya e tomar consciência da identidade do espírito individual e do espírito universal sendo uno.

 

Mimansa (literalmente, "interpretação", também chamado de " Purva Mimansa " ou primeira interpretação) esclarece o aspecto litúrgico da Vedas ; é uma ciência sacerdotal, ritual; Ela expõe uma filosofia mantra baseado em som e, por fim, foi praticamente absorvido pelo Vedanta .

 

Vaishesika (literalmente, "características individuais") é uma doutrina atomística, segundo a qual os átomos se eles não têm extensão, mas quando combinado se generalizado e visível; sobre o outro lado, as bebidas espirituosas individuais são unidos e separados a partir deles, levando a vida e a morte.

 

Nyaya (literalmente, "análise") é baseada na lógica, o raciocínio de acordo com regras rígidas.

 

Samkhya (literalmente, "enumeração") apresenta uma teoria evolucionista da criação de dois princípios eternos e complementares que são, em a um lado da questão, Prakriti , e inúmeros outros espíritos individuais, Purusha .

 

Yoga (literalmente "jugo, união") A yoga traz em sua essência a educação integral do ser, procurando atingir o perfeito desenvolvimento Corpo e Mente. A união de nossa alma a alma divina pela nossa consciência, vibrando em Consciência Suprema, sendo Deus e Tudo que existe inclusive o homem Essência da Consciência Cósmica, sendo tudo Divino e a mesma coisa.

 

O sistema yoga se destaca pelos ensinamentos de Patãnjali que apresentou os principais caminhos da yoga:

 

Hatha yoga – Trabalho de consciência corporal, trabalhando o corpo físico em todos sentidos e a relação do corpo com o cosmo, trabalhando a devoção também por ásana , ou posturas de yoga.

Jnâna yoga – O caminho da autorealização através da filosofia.

Karma yoga – Caminho da ação, trabalho desinteressado, ação generosa, pensamentos elevados sem ganância ou negócio.

Bakti yoga – Yoga da devoção, entrega, união a Deus. Cap. I Sûtra 23 “Pode-se alcançar a concentração também através da devoção a ISVARA (EU Superior).

Râja yoga – Yoga real, este caminho leva o individuo ao mais profundo do seu íntimo, forçando o buscador espiritual a visualizar o Ser e Estar de sua consciência.

 

Budismo se concentra toda a sua atenção sobre a experiência da impermanência de todas as coisas: tudo muda constantemente e, portanto, derivar as quatro verdades básicas da existência: (i) a dor é em todos os lugares, (ii) a sua origem é a existência do desejo, (iii) pode escapar seu domínio, e (iv) os meios para isso reside no seguinte um conjunto de oito recomendações.

 

jainismo é uma doutrina ascética que é acompanhado por grandes mortificações. Ela expõe uma teoria evolutiva semelhante de Samkhya .

 

 

Reflexão

 

Devemos respeitar aquele que através de suas obras promove o bem no mundo, não são apenas as leis dos homens, que prevalecem sobre a obra obrigatória de um individuo sobre outro que necessite de LUZ e de esperança.

As primeiras organizações pela yoga ocorreram pelo senhor Shiva, mestre espiritual que viveu há 7000 anos, na região entre as montanhas do Himalaia e o Norte da Índia.

 

Tópico: Filosofia da Yoga

Nenhum comentário encontrado.

Novo comentário